Paris, j’arrive!

Quando era adolescente, eu tinha uma verdadeira adoração pelo TVZ, o programa de clipes que passa no Multishow até hoje. Um dos vídeos que eu mais amava era de Paris Paris, cujo refrão é “I feel love, Paris, Paris, Love to love, feelings so close to my heart…”

Era engraçado, porque a música não era conhecida e não era de nenhum cantor famoso. Sim, porque Malcom McLaren nem cantor era. Ok, no clipe tem Catherine Deneuve, linda de viver falando das maravilhas parisienses em francês, e Kate Moss também linda, amando algum garçon.

Mas isso, ao menos na minha cabeça, não era suficiente para que o clipe passasse no programa com tanta frequencia. A pessoa responsável pela programação devia gostar muito dele. Ainda bem.

Por que eu estou falando sobre isso? Porque estou voltando a Paris daqui a alguns dias, 15, para ser exata; e até a forma como eu respiro está diferente.

Tenho ouvido Paris Paris quase compulsivamente e me emocionado sempre, principalmente quando, no final, Catherine Deneuve fala que, sem uma salpicada da poeira do metrô, “Paris perdrait son âme”.

Paris não é minha cidade preferida. Faz parte da minha lista de favoritas, claro, mas não está no topo. No entanto, a minha Paris é muito especial. Lá, como já escrevi por aqui antes, vivi um dos momentos mais felizes da minha vida, exatamente no dia do meu último aniversário. Algo sem o que minha Paris certamente perderia sua alma.

Anúncios
Esse post foi publicado em Amor. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Paris, j’arrive!

  1. Theo disse:

    Certa noite uma pessoa me confessou que havia “provado” uma droga ai (das mais pesadas) e eu senti que aquilo, para mim, era como se ela houvesse falado com um marciano. Fiquei meio calado e não soube o que dizer, porque aquele não era meu mundo. Senti a pessoa tão longe que não havia jeito de ter qualquer comunicação. Não conseguia nem dizer que era uma coisa errada (na verdade nem sei, ainda, se foi). Sabia que aquela era uma estrada, certa ou errada, sobre a qual eu não poderia dizer nada. Admiro muito você que está vivendo um momento tão sublime e que inspira os sonhos dos leitores desse blog, mas meu mundinho não alcança tudo isso. Siga em frente, você merece o melhor. Au revoir !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s