Eu e a lavanda de Provence

Quando falei da minha viagem, expliquei que a escolha do período foi feita com base no período da floração da lavanda, que normalmente é de junho a agosto, bem no verão europeu. Teve gente que me disse para escolher outra época, que essa é muito cara e teria gente demais em todo lugar que eu fosse. Em outra época a lavanda não floresce.

Também ouvi que Marseille não seria um bom lugar, que há vários outros mais interessantes na França. De fato, existem vários lugares maravilhosos por aqui, mas Marseille é a maior cidade da Provence (a segunda da França), tem mar e está a poucas horas das cidades onde estão as maiores plantações de lavanda.

Tive tempo suficiente para organizar tudo e uma coisa sempre esteve muito clara: a prioridade da lavanda nas minhas decisões. Tudo girou em torno dela, por uma razão muito simples: eu queria muito realizar meu sonho de ver o tapete de lavanda provençal. Como escrevi na minha coluna da Livingfor, com sonho não se brinca e deixei de brincar com os meus há algum tempo.

Infelizmente, por causa das temperaturas mais altas nesse verão, a floração atrasou. Até vi algumas lavandas se abrindo e cheguei a ver uma única completamente aberta, mas todo mundo com quem comentei que queria ver as lavandas em Manosque e Valensole me disse que elas só estariam prontas no final de julho, início de agosto. Isso nunca foi um problema para mim e acabei resolvendo que voltaria para Marseille depois de todos os meus cursos.

Já estava bem conformada que não veria tapetes de lavanda em junho em lugar algum. Mas sábado passado, indo para Roussillon, o improvável aconteceu: eles estavam bem no meu caminho!

Sou incapaz de colocar em palavras o que senti quando vi aquela colcha lilás, linda de viver, na minha frente. No primeiro momento, fiquei sem acreditar. Acho que a ficha só caiu depois de uns dez minutos passeando no meio das lavandas, sentindo seu perfume e brigando com as abelhas por um pouco de espaço. Tudo o que eu queria era ficar lá, no meio da minha flor preferida.

Foi um dos momentos mais felizes e emocionantes da minha vida. Depois que entrei no carro, só consegui chorar. E, meu Pai, como eu chorei! Agradeci tanto a Deus por mais esse presente, mais essa benção. Estou escrevendo isso aos prantos e sei que quem me conhece, mesmo pouco, é capaz de entender, ainda que eu seja absolutamente incapaz de expressar exatamente o que senti.

De qualquer forma, me lembro bem de um pensamento: se eu morresse ali, minha vida já teria valido a pena.

20130630-185921.jpg20130630-190009.jpg20130630-190108.jpg20130630-190126.jpg20130630-190202.jpg20130630-190220.jpg

20130630-190333.jpg

20130630-190433.jpg

20130630-190410.jpg

20130630-190518.jpg

20130630-191434.jpg

20130630-191719.jpg

Como é possível ver nas fotos, as lavandas não estão abertas e o tapete ainda não está violeta; isso só vai acontecer daqui a mais ou menos um mês. Por isso, meus planos permanecem: em agosto, quando meus cursos terminarem, meu destino é mais uma vez a Provence, com foco em Valensole e Manosque. Espero que meu coração aguente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Amor, Beleza, , Sonho, Turismo. Bookmark o link permanente.

10 respostas para Eu e a lavanda de Provence

  1. viverdeler disse:

    vai aguentar, sim!

    e o melhor de ter visto assim, sem esperar, é que, além de tudo, ainda foi surpresa, o que acelera mais o coração!

    feliz por você. demais!

  2. Kokinho disse:

    Coisa boa é sonho que se torna realidade. Valeu, Amandinha!

  3. Helder disse:

    Achei que só eu fosse o tipo de doido que escolhe o tempo certo para certas viagens, de acordo com a influência do clima no que quero ver.
    Fiz isso em Foz do Iguaçu em maio, quando marquei minha viagem com 3 meses de antecedência, numa semana que sabia que teria lua cheia, porque descobri um passeio nas cataratas que acontece à noite, nesses dias. 🙂

    PS: sua fotógrafa tirou lindas fotos suas, parabéns a ambas. Beijos.

  4. Cris disse:

    Esplêndido ! Acreditar nos teus sonhos. Vivenciar as sensações que tocam fundo a tua alma!
    Segue teu coração sempre! Feliz por ti!

  5. eliza disse:

    amanda que fotos lindas!
    quase um postal!
    imagino a sua emoção, me emociono já vendo as fotos!

  6. Serenella disse:

    Olá Amanda , lindas fotos!!! Estou me programando de ir no dia 15 de agosto agora 2013… Vc acha que ainda vai dar para ver os campos de lavanda floridos?? Beijo Serenella

    • Amanda Pessoa disse:

      Oi, Serenella, desculpe a demora na resposta.
      Muito honestamente, não sei se vc ainda pega os campos floridos. Em agosto, tudo estará pronto pra corte e é possível que vc veja só um monte de planta verde.
      Nem sei se vou voltar lá, porque já soube que começaram a cortar as plantações de lavanda pra fazer as essências. Melhor entrar em contato com os ofícios de turismo das cidades. Vou fazer isso semana que vem, quando voltar pra França e posso mandar email pra vc, ok?
      Mas vale a pena visitar o sul da França, porque tem coisas maravilhosas na região.

  7. Ana Licia Borges disse:

    Amanda, foi bom demais ler e ver suas fotos pensei que somente eu sentiria como missão cumprida na vida ao ver os maravilhosos campos de lavanda, queria muito te tido a experiência de tamanha emoção juntas! Prometi pra mim que voltaria! Saudade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s