Sim, preciso de uma massagem

Já falei por aqui que tenho dormido de bóbi (ou bobe ou qualquer outra palavra) pra deixar o cabelo, ao menos por umas três horas, mais armado. O problema é que estou começando a achar que minha coluna não está muito fã desta minha ideia.
Hoje acordei com o pescoço teso, coitado. Quando olhei para baixo, o bichinho fez um barulho que há muito eu não ouvia. Fiquei arrasada.
Como isso não foi suficiente, minha lombar, mais especificamente seu lado direito, amanheceu me lembrando que existe. Defendo a teoria de que se alguma parte do corpo me lembra que existe significa que há algo errado e o pior é que normalmente tenho razão. Tenho certeza de que não é nada muito errado, mas só de não ser certo já deixa de ser legal, né?
Não, nada disso tem a ver com a academia. Ok, talvez um pouco dessa dor lombar, porque eu tenho feito agachamento igual uma louca. Mas tem uma razão para eu achar que o problema não é lá: Cecília, quase santa, fica de olho em mim e me corrige sempre que penso em fazer algum movimento errado.
O problema realmente é eu dormir dura feito uma tábua, pro cabelo ficar bom e me esquecer de tirar ou ao menos afastar o bóbi que fica bem atrás do pescoço. Como eu consigo dormir assim? Cansaço é a resposta.
Com essas constatações matinais, só conseguia pensar que graças a Deus tenho hora com Glauber amanhã. Quem raio é Glauber, no jogo do bicho?, alguém deve estar se perguntando. Ele é meu osteopata. Meu e de Tatiana, que fez a caridade de me indicar alguém que salvasse minhas costas de mim mesma. Sim, estou usando o possessivo, porque arrumar alguém em Natal que me coloque nos eixos sem me constranger é o que há de mais supimpa e eu tê-lo conhecido vale esse uso do pronome.
Depois desse pensamento todo, só consegui rir quando abri o email de hoje do Personare: “Você está precisando de uma massagem? Há algo em seu corpo lhe incomodando, em termos de saúde ou de estética? Abusou demais nos últimos dias? Todas estas questões são levantadas pelo Sol, e não há melhor período para cuidar de tudo isso do que este!” Claro que abstraio os erros gramaticais do site e foco no que me interessa, ok?
E eu olho mesmo o Personare sempre que recebo email dizendo que estou passando por um novo trânsito astrológico. Sim, faço parte do mailing do site. Vai me julgar? Seja bem-vindo a uma turma de gente desocupada que ama fazer isso.

Anúncios
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Sim, preciso de uma massagem

  1. Renato Vilar de Lima disse:

    Amada, deixa a coluna e os cabelos retos e no lugar. Beleza você tem de sobra, lisa, crespa ou pixaim (é assim que se escreve?). Quanto aos que falam de você, Jair Rodrigues neles. deixe que digam, que pensem, que falem…. Eu não tô fazendo nada nem você tambem….

  2. Daniel Censoni disse:

    Devo estar dormindo de bobes também, pois minha coluna é a versão iconográfica do plural gramatical. Um “S” perfeito. Torta e dolorida como só ela. Acho que vai dar Glauber na cabeça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s