Só penso em comida

Esse negócio de comer direito tem sido uma delícia! Mudei minha rotina e meus hábitos, voltei a caber em várias calças, estou mais sequinha, mais leve na balança e, por óbvio, mais feliz. Claro que, em relação a voltar a caber nas roupas e ter perdido peso, ir ao Power Plate na frequência certa ajuda, né?

Então, como nunca fui de comer ultra errado, organizar minha vida não foi a coisa mais difícil do mundo. Claro que as escolhas no supermercado mudaram mesmo e meu carrinho permanece mais colorido. Uma das partes legais é que não me perco mais dele, porque já me acostumei a ver os pés de couve, as bananas, os abacates, as maçãs, as cenouras e os sacos de brócolis congelado, além do leite com baixo índice de lactose e outras proteínas magras.

Tem gente que me pergunta se fui a algum nutricionista antes de mudar minha vida alimentar. Não, não fui. Talvez devesse ter ido, mas não fui. Fui a Fátima Nunes quando ainda morava em Serra Negra, quando cheguei a pesar 55kg. Não existe a menor condição de pesar isso atualmente e não ficar parecendo um cadáver, por isso não estou fazendo a mesma dieta daquela época (sim, ainda tenho o papelzinho da dieta, inteiro e bonitinho em casa).

Depois de um tempo convivendo com gente que come direito e está com corpo legal, além de ouvir as dicas de quem frequenta nutricionistas, resolvi fazer algumas pesquisas no meu maravilhoso Google e diminuir drasticamente a presença de algumas coisas no meu cardápio.

Não tirei nada, porque gosto de tudo e, graças a Deus, não preciso fazer qualquer restrição, mas diminuí bem o consumo de lactose e de glúten, por exemplo. Por isso minha quase idolatria pelo Flor de Sálvia, onde tenho comidas saborosíssimas a minha disposição, respeitando essa minha escolha.

Continuo comendo doce, chocolate, sorvete, ou seja, todas as baganas que amo, mas tudo em muito menor quantidade. Não por vontade, mas porque não consigo mais comer horrores. De vez em quando esqueço, o olho fica maior que a barriga, exagero na dose e acabo passando mal.

Foi o que aconteceu na última sexta, em que esqueci minha dieta certinha por completo e fui ao Pittsburg, onde comi um Pitts Salada, com batata, molho à parte e suco de laranja. Nem comi tudo (tirei algumas partes de pão com queijo e deixei a maior parte da batata), mas acordei no dia seguinte com uma dor do capeta na barriga. Não era dor de barriga (cheguei a ir ao banheiro para ter certeza disso), era dor na barriga mesmo, localizada. Que sensação ruim! Achei péssimo ficar daquele jeito e sei que foi por causa da minha desobediência ao meu novo estilo alimentar.

Ao menos serviu para eu me lembrar de que não rola mais comer esse tipo de coisa, ultra gordurosa, nessa quantidade absurda. Às vezes acho, inclusive, que a forma de preparo (com muito molho, muita gordura ruim, maionese, ketchup, essas coisas) pode fazer mais mal que a quantidade, sabia? Ao menos comigo parece ser assim.

Digo isso, porque no dia em que fui à Casa di Maria e ao Real Clube do Bacalhau, comi muito, de verdade, e acordei ótima. Olhe que comi quiches, brigadeiros, quindins, tomei vinho e clericot, comi lagosta, pastel de nata, mais ou menos nessa ordem. Ok, tomei uma xícara de chá de boldo antes de sair para o Real, mas mesmo assim, né? Foi muita comilança naquele dia, e, apesar disso, não me senti mal hora nenhuma.

Ficou muito claro para mim que comer direito deixa a gente sem condição para comer errado. Não sei se me faço entender, mas é que hoje não consigo comer porcaria em excesso e não me sentir mal. Ainda bem que quando me esqueço de mim, meu corpo se lembra e me dá um belo puxão de orelha (ou me deixa com dor na barriga, como no sábado pela manhã) para eu não perder o prumo.

Só sei uma coisa: vale muito a pena e eu estou muito orgulhosa de mim, por ter mudado e, principalmente, por ter feito isso sozinha.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s