Política? Quem sabe um dia…

Esse ano é de eleição e o movimento em torno desse assunto está mais forte ultimamente, depois que os candidatos já foram escolhidos e já registraram seus pedidos de candidatura.

Vendo todo esse movimento, percebo bem claramente que não sou uma pessoa política. Já tentei, mas parece que na época da produção fugi dessa fila, assim como de muitas outras. Acho isso um erro. Gigante, é bom que se diga.

Na minha cabeça gente política é mais feliz, porque simplesmente não se envolve com nada, não toma partido, fica lá em cima do muro, onde a visão de dois lados agrada mais que o ato de fazer uma escolha. Acho isso legal, acho mesmo. E acho uma pena não conseguir me comportar assim.

Apesar disso, afirmo, muito honestamente, que sigo tentando agir politicamente nas situações. Ainda não rolou, preciso confessar, mas pode ser que, de tanto tentar, um diga consiga.

Até agora, sempre que tentei dar uma de desentendida, o negócio sai tão troncho que fica pior, sabe como? Caso encontre alguém que sei que não vai com minha cara, se tento falar com a pessoa como se não soubesse disso, sou simpática de uma forma tão forçada, que fica estampado meu desconforto e dá tudo errado. Um horror.

Não sei se algum dia vou parecer natural na politicagem social, e não tenho ideia de como seria isso, do que aconteceria durante e depois, mas tenho uma certeza: seria bem diferente da forma como me comporto normalmente.

O nó é que sempre tomo partido, sempre faço uma escolha, sempre dou minha opinião e acontece um bocado de me lascar por causa disso. Um saco! E a gente vai se cansando de tomar na cabeça sempre por não conseguir ser como o resto, né? Eu mesma estou cansada, não vou mentir.

Mas como tudo tem um lado bom, nesse caso, até consigo descansar, sabe? Esses últimos dias têm sido de muito descanso de coisas assim. Acho que porque estou num novo ambiente e tudo é novo e bom e leve. É possível que seja apenas isso. Ainda assim, serve de consolo.

Acho até que estou pronta pra me cansar mais uma vez.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Política? Quem sabe um dia…

  1. O posicionamento é uma virtude, minha querida. Lá em cima do muro ficam a apatia e a covardia.
    Posicionar-se é difícil e traz consequências. Fazê-lo é usar a consciência a serviço do que acha certo. Por isso a impressão de que seria melhor ser diferente. Não seja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s