Foi hoje

Há algum tempo li, não me lembro onde, que devemos viver de forma que, se alguém falar algo que nos desabone, quem ouvir duvide.
Estou muito feliz hoje por descobrir que tenho conseguido viver assim.
Hoje, exatamente hoje, termina um ciclo que durou exatos três anos e estou me vendo querida e apoiada por pessoas próximas e por pessoas distantes. Estas, que poderiam ter escolhido a apatia, me surpreenderam pelo suporte que me ofereceram; aquelas, que sabem o que estava se passando, estiveram sempre comigo. Todas escutaram absurdos a meu respeito, de uma criatura surtada e dissimulada, e permaneceram do meu lado, com exceção apenas de duas criaturas, que passam a não fazer mais diferença na minha vida.
Consegui, com isso, perceber quem merece ainda estar perto de mim e estou feliz. Muito!
Nesse minuto acabei de me arrumar para sair e comemorar a saída de uma pessoa muito dissimulada da minha vida.
Mais cedo estava querendo ficar em casa, porque meu nariz ainda não está nas CNTP dele, mas depois pensei melhor e percebi que para o que vou fazer preciso mesmo é de pés dispostos, algo que sempre tenho!
Isso aqui é só um bilhetinho para mim, para marcar o dia do fim. O que ainda está dentro vem depois, só para esvaziar, sabe? Para não mencionar mais nada dessa coisa ruim em que me meteram.

Anúncios
Esse post foi publicado em Amigos, Comportamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s