New York, I love you

Hoje assisti a Nova York, eu te amo pela segunda vez. Na primeira eu estava com Marcão e o filme foi visto no cinema, no Cinemark especificamente, quando os ares condicionados (Tuca, isso é a sua cara) ainda funcionavam normalmente. Dessa vez, estava na minha cama, zapeando, e pensando no quanto esse final de ano anda esquisito. Acho que isso de a véspera de Natal ser num sábado e o próprio no domingo acabou deixando a semana com uma cara muito normal. Natal tem sempre cara de feriado, o que dessa vez nao rolou.
Vou abrir um parêntese para deixar claro que consegui emparelhar o teclado da Apple com o iPad (viu, Chefinha?), mas nao faço ideia de como vou fazer para acentuar as palavras daqui. E eu emparelhei o bicho sozinha, ta???? Claro que com ajuda do Google, mas dessa vez nao precisei ligar para Rossana uma única vez. Posso dizer que estou orgulhosa de mim mesma.
Voltando ao filme, as historias sao ótimas, umas mais emocionantes, outras mais cômicas, outras mais presunçosas. A minha preferida eh a do casal de velhinhos, que estão juntos ha Deus sabe quanto tempo e continuam rabujando um com o outro. Gosto também da historia que tem a ex de Sean Penn (esqueci o nome dela agora). Acho linda a cumplicidade presente naquela relação.
Agora eu lembrei o link que Thiago compartilhou hoje no facebook, um texto de Ivan Martins para Época, cujo titulo é “Presentes invisíveis”. Concordei muito com o que ele escreveu. Nesse período natalino a gente se preocupa com o outro de uma forma egoísta; eu mesma faço isso, como admiti nos meus desejos de feliz natal e meus amigos.
O que isso tem a ver com o filme? Provavelmente nada. Mas quando Ivan (vai ser meu amigo íntimo daqui pra frente) escreve que a gente precisa presentear sensações no lugar de coisas, para mim, é como se esse filme tivesse chegado de presente.
Espero proporcionar a quem me encontrar hoje coisas boas, ainda que nao lhes dê nada de concreto.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para New York, I love you

  1. Rossana disse:

    Eu também estou orgulhosa de você! Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s