Irritadiça

Ultimamente eu tenho chegado à triste, mas verdadeira, conclusão de que eu gosto mesmo de ser e estar irritada. Leio artigos para ficar irritada, visito blogs para ficar irritada, escuto músicas para ficar irritada. É como se eu precisasse de um estado de espírito provocado, sabe como?

Acho que o estado irritadiço tem mais que combinado comigo: tem feito de mim quem eu sou. Uma tristeza isso. Eu até me acho meio felizinha, mas sempre com um toque de irritação para dar o tempero. Porque eu preciso ter sabor. Ou pelo menos achar que tenho e acreditar muito nisso. O nó é que eu sei que excesso de tempero é capaz de estragar o mais promissor dos pratos. Talvez por isso eu visto a camisa e saio irritada e às vezes irritando quem tenta se aproximar e quase morro de arrependimento depois. Quase, porque tem horas que eu ligo o botão do foda-se e mando todo mundo se lascar mesmo.

Já me chamaram de ácida, mas eu bem que preferia ter sido taxada de ardida, como pimenta, sabe como? E isso, claro, me deixou muito irritada.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s