RIR dia 1

O Rock in Rio terminou para mim.

Depois de dois dias seguidos de muita caminhada (porque a pessoa anda bons quilômetros até chegar à entrada do show) e de ficar horas em pé, meus pés estavam me obedecendo a duríssimas penas. Acho até que eles queriam se despregar de mim….

Amei o primeiro dia! Apesar de ter ouvido Herbert Vianna falar mal do Brasil e achar que ele ficou imbecilizado depois do acidente e ter que ter visto Claudjinha Milk fazendo aquelas palhaçadas quase nua. Poderia muito bem ter passado sem essas coisas. Muito muito muito.

De resto, Titãs foi ótimo!!! Para mim, nem precisava Paralamas ali. Nem devia, na verdade, mas enfim. Lembrei o show que fui quando tinha 18 anos, recém demitida da lanchonete do meu tio, feliz da vida. Foi O show daquele meu ano! E na sexta eles não decepcionaram (alias, decepcionaram um pouco, porque deixaram o Vianna idiota cantar mais do que ele devia).

O show da Leitte eu vou pular para não me aborrecer.

E chegou Kate Perry!!!! Para mim, foi o melhor show do meu Rock in Rio. Ela foi uma fofa, interagindo com a plateia, agradando os brasileiros, se vestindo de Brasil, muito muito fofa!!! As musicas todas fora isso, descobri que temos algumas coisas em comum, mas uma muito importante: Firework é nossa musica preferida dela (ok, provavelmente só tenha isso em comum com Miss Perry, but who cares???). Todo o público do RIR cantou em uníssono a música. Estou me lembrando disso agora e estou arrepiada até a unha. Este foi, sem reparo, o momento mais emocionante do show. Acho até que quem não é muito fã dela achou legal, porque foi muito lindo. Era olhar do lado e todo mundo estava cantando com ela! Uma perfeição!!! Linda linda linda!!!!

Já o show de Sir Elton John, a razão da minha ida ao RIR, não foi como eu imaginei. Pensei em dizer que a banda era meia jurássica, mas achei melhor não, por duas razões: primeiro que o povo ia achar que eu emburreci; segundo, porque a expressão não descreveria com propriedade o que eu quero dizer. A banda era toda velhinha, com exceção de dois rapazes bem novinhos, que vestiam camisa roxa e sapato amarelo. Ao menos ele cantou I´m still standing, minha música preferida, que eu cantei desesperadamente, sozinha, com umas três pessoas me olhando como se eu louca fosse. Paciência! Naquela hora eu enlouqueci mesmo, mas como fiz isso sozinha, acabou ficando mais evidente. But, again, who cares????? As músicas escolhidas por ele não eram tão conhecidas e o povo só se animou quando ele cantou Crocodile Rock e Rocket Man. Na verdade, o público só se empolgou mesmo com o lalalala de Crocodile Rock, mas eu acho que foi menos pela musica em si e mais pelo fim da performance do cara.

Dona Rihanna atrasou um bom bocado e comecou o show vaiada pelo público pra deixar de ser besta. Tá pensando o que???? Apesar disso, ela chegou chegando e deixou todo mundo louco com Only Girl! Ninguém ficou parado! Quando ela começou S& M um rapaz que estava do meu lado dançou quase igual a ela! Hilário! A outra parte legal foi quando ela cantou Don´t Stop The Music! A gente estava indo embora e desistiu para ouvir a música e valeu a pena. O show dela foi muito mais dançante que o de Kate Perry, mas eu sou team Perry mesmo, tá sem jeito.

O final da noite foi martírio. Andar andar andar, perder o táxi, esperar esperar esperar, pegar outro táxi com um motorista que queria ser engraçado e não parava de falar um segundo e chegar em casa às 6h50. Tenho saúde pra isso mais não. Ficou mesmo claro que eu não tenho mais vinte anos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Diversao. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s