11 de setembro

 

Semana passada li um artigo que falava sobre o estigma que sofre quem nasceu em 11 de setembro. Tinha gente chamando a data de macabra, dizendo que não tinha mais comemorado aniversário, dentre outras maluquices (esse substantivo tem a ver somente com a minha opinião, que fique claro).

Eu só consegui pensar numa coisa quando vi essa arrumação: quanta baboseira!

Não quero nunca nunquinha diminuir o sofrimento de ninguém, muito menos dos que tiveram a vida modificada de alguma forma depois de 11 de setembro de 2001. Mas pelas caridades, meu povo! Eu conheço gente que nasceu em 11 de setembro que não sofre estigma algum por causa do ataque que os EUA sofreram há dez anos. Até porque, vamos combinar, o que raio tem uma coisa a ver com a outra?

O que cargas d’água esse evento isolado tem a ver com a vida de quem estava a zilhões de quilômetros de distância do local onde isso aconteceu (e não tem proximidade com qualquer pessoa que de alguma forma tenha sido atingida por aquela situação), só porque faz aniversário nesse dia? Minha inteligência, que deve ser bem pouquinha, simplesmente não alcança.

E, antes que eu me esqueça, feliz aniversário, Fa.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s